Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
 Artigos 
Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
Por: Pe. Jlio Celio do Nascimento Rodrigues, Sf,     15/04/2019 |  12:52:57
Em Nazar permaneo no Amor de Deus para seguir crescendo por Jesus, Maria e Jos!

Eu sou o Júlio Celio do Nascimento Rodrigues, sou um neo-sacerdote da Congregação de Filhos da Sagrada Família e neste momento realizo o meu ministério na Argentina. Meu processo formativo foi perpassado por vários lugares. Tudo começou no nosso Seminário Padre Manyanet, de Curitiba, onde estudei a Filosofia e internamente fiz meu aspirantado. Mais tarde, no ano de 2010, segui meu processo na Cidade de Medellín, Colômbia, ali aonde temos o nosso noviciado; de 2011 a 2014 realizei minha etapa de Escolasticado, estudando os estudos teológicos. Depois de um tempo, fui destinado à Argentina, para realizar as praticas pastorais no nosso Colégio Jesus Adolescente, de Tres Arroyos (Província de Buenos Aires).

Sem duvida alguma, durante todo este tempo de preparação Deus foi realizando em mim a sua obra, o seu querer: tudo isso através do projeto de conversão que Jesus fez em mim, para fazer a experiência em Nazaré, junto com Maria e José. Deus vai realizando sua obra de maneira simples com muita intensidade nos afazeres diários. Apesar eu ter sido ordenado como presbítero este 23 de março de 2019, cada dia eu fui formado, preparado e chamado a ser configurado com Jesus de Nazaré e entendo o mistério de ser “In Persona Christi”

Desde a dimensão teológica e bíblica, “In persona Christi” se resume nesta grande certeza de fé que nos traz São Paulo, na sua carta aos Gálatas 2,20, sinto que “já não sou eu quem vive é Cristo que vive em mim”. Ser in Persona Christi é poder si apaixonar por Jesus de tal forma, que minha maneira de viver, ser e atuar configura-se diretamente com Cristo. Isso quer dizer, que cada dia me doou me reparto e me entrego aos demais, a exemplo de Cristo.

Apesar de suas debilidades humanas, aquele que é ordenado sacerdote, sua missão é de ponte, já que une Deus e o ser humano.  Na Carta aos Hebreus, Paulo diz: Jesus é o Sumo Sacerdote, que tem mais aproximação a Deus, é a escadaria que possibilita a união da natureza humana e natureza divina. Neste sentido, é casamento que une Deus e o homem.

A Igreja nos ensina que através do sacramento da ordem sagrada, como o presbítero se configura de tal que passa a unir a Cristo, atraves da união hipostática.  Eles representam a Cristo, outro Cristo. Na ordenação sacerdotal, o Espirito Santo é derramado sobre ele, e o ordenado recebe uma especial união com Cristo.

A modo de conclusão, ser um neo- sacerdote é seguir este caminho de conversão buscando cada dia, viver como Cristo, atuar como Cristo e fazendo tudo por Cristo. Entendo que não é algo acabado e concluído. Cada dia, somos chamados, a deixar que Cristo, realize sua obra, através do Espirito Santo e dando passos de conversão diária, se alimentando da Palavra de Deus, pela vida sacramental e buscando sempre, apesar das debilidades, não se desanimar e sim, dar passos firmes olhando sempre a Cristo, Sumo e eterno sacerdote.

Sem duvida alguma, cada dia em Nazaré gera no coração de Filhos da Sagrada Família o desejo de seguir crescendo como filho, testemunha e  apostolo da Boa Noticia revelada nesta santa escola.

Que Jesus Maria e José nos conceda sempre o dom da perseverança!

  Artigos 
© 2016 - Direitos reservados