Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
 Artigos 
Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
Por: Aspirante Gabriel Lima,     18/08/2021 |  10:01:18
Desafios da vocao: Onde est o teu corao?

“Corramos com perseverança no combate proposto, com o olhar FIXO no autor e consumador de nossa fé, JESUS!” (Hb 12,1)

De fato, não podemos negar que, em meio ao chamado que o Senhor nos faz, não serão raras as ocasiões em que nos depararemos com desafios; no entanto, o modo como superamos os desafios está intimamente ligado com a direção para onde olhamos. No caminho vocacional é possível encontrar nossos "dragões de cada dia", pois quanto mais queremos ser generosos e fiéis, mais tentados seremos a abandonar os sonhos de Deus. E por desafios não podemos pensar que se trata de coisas extraordinárias e mirabolantes, mas sim as mais sutis e inocentes, pois diz respeito às nossas paixões e tendências. Aquele que muito se apega às regalias, muito se decepcionará. Muitos dos jovens que se interessam pela Vida Consagrada e unida totalmente a Deus, se decepcionam quando suas expectativas não batem com a realidade ou quando o seu coração está em outro lugar.

Convencidos pelos "fantasmas da vocação" (seja a inconstância, a família, o passado, o medo, o apego, etc) o escolhido do Senhor acaba por se assemelhar ao povo de Israel que chora pelas cebolas do Egito (Ex.14,10-12). Deixando o caminho indicado por Deus para buscar as suas mediocridades de escravo. A nossa resposta diária vai ao encontro daquele em quem colocamos a nossa confiança; quando o Senhor nos chama, o faz em respeito a nossa liberdade, pois seu desejo é que a nossa resposta seja livre, constante e diária servindo assim de testemunho autêntico de entrega a Deus. O cansaço virá acompanhado quando o olhar está no passado, nas falas dos familiares e amigos, no medo do inesperado, na falsa expectativa de ser grande e na decepção de não alcançar a própria realização pessoal. Como vencer isso? Depositando-nos nas mãos de Deus; confiando naquele que nos chamou (que é fiel); fixando o nosso olhar em Cristo e colocando o nosso coração n'Ele. Quando o nosso coração está unido ao de Cristo, o cansaço passa a ser o sinal da nossa entrega total a Ele, e apesar das agitações exteriores, nós não vacilaremos, pois miramos n’Ele como nossa meta.

  Artigos 
© 2016 - 2021 | Direitos reservados