Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
 Artigos 
Filhos da Sagrada Famlia - Vocaes Manyanet
Por: Jhonatas Franco Cndido (Aspirante),     21/06/2022 |  19:53:14
A intimidade de So Jos Manyanet a Nossa Senhora

São José Manyanet y Vives nasceu no dia 07 de janeiro de 1833 na cidade de Tremp, em Lérida na Espanha. Manyanet foi o mais novo dentre nove irmãos, cresceu em uma família simples do campo, infelizmente, seu pai (Antonio Manyanet) faleceu quando José Manyanet tinha apenas vinte meses de vida, o que fez com que sua mãe (Boaventura Vives) ficasse ainda mais responsável pela sua educação e crescimento, o que influenciou muito em sua aproximação com ela.

 

José Manyanet, desde cedo, teve uma grande influência cristã, sendo educado na fé católica, gerando grande influência em toda a sua vida, principalmente nos âmbitos morais e religiosos. Passou por imensas dificuldades desde a infância à sua juventude. Ingressou no seminário diocesano de Lérida de 1850 até 1853, posteriormente, estudou teologia de 1853 até 1859, tendo sua ordenação no mesmo ano.

Anos depois, em 1864, funda a congregação dos Filhos da Sagrada Família Jesus, Maria e José e em 1874 funda as Missionárias Filhas da Sagrada Família de Nazaré, ambas as ramas tendo como carisma a educação e a família.

 

A devoção de São José Manyanet a Nossa Senhora sempre foi muito presente, desde criança, sempre realizava visitas as imagens e Igrejas tendo Nossa Senhora como padroeira. Uma das experiências marianas que mais se destaca, é aos seus cinco anos de idade, José Manyanet ao estar dentro da Igreja de Nossa Senhora de Valldeflors, vê Maria com os braços abertos, o qual é posto pelo seu relato, como uma senhora muito bonita, sobre um trono com uma auréola de doze estrelas em cima da sua cabeça. Após essa experiência, Manyanet dorme e acorda reclinando sua cabeça no imaculado coração de Maria e diz uma das suas mais belas jaculatórias: “Oh Maria, eu te amo!”.

 

A vida do padre Manyanet foi uma constante consagração a Mãe de Deus, principalmente em seus momentos de dificuldade, os quais, sempre recorria ao auxílio de Maria, buscando o conforto e a força para enfrentar as tribulações presentes. Sua devoção também abarcou outros títulos da Santíssima Virgem, sendo esses: Nossa Senhora de Valldeflors, Nossa Senhora de Lourdes e Nossa Senhora de Montserrat.

 

Desta maneira, assim como São José Manyanet, que possamos buscar sempre o auxílio de Nossa Senhora, sabendo sempre que Ela nos conforta e nos sustenta em nossas tribulações, para que assim, seguindo seu exemplo, possamos dizer sempre por meio de palavras e por meio da nossa vida, a sua belíssima frase: “Oh Maria, eu te amo!”

  Artigos 
© 2016 - 2022 | Direitos reservados